Os melhores profissionais da saúde em um único lugar!

5 Causas comuns de Barriga Inchada


5 Causas comuns de Barriga Inchada

A barriga inchada é um sintoma relativamente comum que costuma estar associado com a presença excessiva de gases intestinais, principalmente em pessoas que sofre com prisão de ventre.

No entanto, se estiverem associados outros sintomas, como sangramento anal ou aparecimento de hemorroidas, é importante consultar um gastroenterologistas para avaliar a situação e iniciar o melhor tratamento.

Outra situação comum de inchaço na barriga é a má digestão, por isso, se acha que esse pode ser o problema, assista o vídeo da nutricionista Tatiana Zanin para conhecer as causas da má digestão e como solucionar:

Para combater o inchaço do corpo, de maneira geral, não só da barriga, pode-se tomar um chá diurético e evitar ao máximo o consumo de sal, dando preferência a uma alimentação mais saudável, temperada com ervas finas. Alguns exemplos de diuréticos naturais são o chá de gengibre com canela e o consumo de alimentos como salsinha, abóbora, pepino, melancia e cerejas.

1. Gases

São as causas mais comuns e estão ligadas ao excesso de gases que pode ocorrer devido a situações como alimentação rica em gorduras, frituras e doces. O consumo de alimentos muito condimentados, com temperos em excesso também são algumas das causas frequentes da barriga inchada, pois eles também provocam muitos gases intestinais, que tendem a dilatar a região abdominal inferior.

Como solucionar: Comer devagar, não engolir ar ao comer e tomar chá de erva-doce é uma grande ajuda porque possui propriedades que acalmam a produção de gases, aliviando os sintomas rapidamente.

2. Menstruação

É muito comum as mulheres se queixarem de ter a barriga inchada durante a menstruação. Isso ocorre devido ao acúmulo de líquidos na zona abdominal nesta fase. O inchaço tende a desaparecer naturalmente com o fim da menstruação.

Como solucionar: Para diminuir a barriga inchada durante a menstruação, o que se pode fazer é tomar um chá diurético, como o chá verde ou comer algumas fatias de melão, por exemplo. 

3. Gravidez

Quando a barriga começa a ficar mais inchada do umbigo para baixo e a menstruação está atrasada alguns dias, isto pode ser um sinal de gravidez. É normal que a barriga comece a ficar mais proeminente abaixo do umbigo no 1º trimestre de gravidez e, com o passar do tempo, ela vai crescendo com uma forma mais uniforme até que chegue próxima aos seios.

Durante a gravidez, as mulheres tendem a acumular muitos líquidos, ficando com um aspecto todo inchado, principalmente nos tornozelos, mãos e nariz. Quanto a isto, o que se pode fazer é diminuir o consumo de sal e de sódio e beber bastante água. Não é recomendado tomar nenhum chá sem o conhecimento do médico, pois muitos podem provocar o parto prematuro.

4. Prisão de ventre

A prisão de ventre pode estar relacionada ao baixo consumo de fibras, pouca atividade física e pouca ingestão de água, podendo afetar pessoas de todas as idades, embora seja mais comum em pessoas sedentárias e nos acamados.

Como solucionar: Consumir alimentos ricos em fibras, pois eles favorecem a formação do bolo fecal, diminuindo a prisão de ventre e os gases associados a ela. Bons exemplos são aveia, muesli, farelo de trigo, alimentos integrais, frutas e verduras cruas ou cozidas em água e sal.

Além deste remédio caseiro, pode-se ainda tomar diariamente um copo de iogurte natural batido com 1/2 mamão papaia e adoçado com mel. Todos estes exemplos não tem contraindicações e podem ser utilizados por indivíduos de todas as idades, inclusive bebês.

5. Excesso de peso

Por vezes, a barriga não está somente inchada havendo acúmulo de gordura nesta região e neste caso é preciso queimar esta gordura para solucionar este problema.

Como solucionar: Fazer exercícios diariamente e comer menos alimentos ricos em gordura e em açúcar.

Fonte: Tua Saúde