Os melhores profissionais da saúde em um único lugar!

Doença do refluxo gastroesofágico


Doença do refluxo gastroesofágico

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), popularmente conhecida como azia, caracteriza-se pelo retorno do conteúdo gástrico para o esôfago, cuja
mucosa não está preparada para receber substâncias ácidas irritantes. Crianças pequenas também podem apresentar episódios de re{uxo em virtude da fragilidade dos tecidos existentes que elas possuem.

Quais são as causas?

Entre as causas pode-se citar hérnia de hiato, hipotonia do esfíncter esofagiano inferior, perda da peristalse do esôfago (contrações musculares coordenadas para conduzir o alimento até o estômago), aumento da secreção gástrica, aumento da pressão intra-abdominal e estômago muito cheio por tempo prolongado.

Quais são os sintomas?

Alguns sintomas são característicos, como: Azia; dor no peito; regurgitação de uma secreção amarga e que provoca ardência,podendo chegar até a garganta e boca; tosse seca e rouquidão; dor de garganta; náusea pós-refeições; aftas recorrentes; sensação de “bolo” na garganta e região entre as mamas e
abaixo delas.

Como conseguir o diagnóstico?

O primeiro passo é buscar o quanto antes atendimento com um médico gastroenterologista. O diagnóstico levará em conta os sintomas relatados e a quanto tempo eles existem. A endoscopia digestiva alta e a pHmetria são alguns dos exames utilizados para estabelecer o diagnóstico deznitivo.

Tratamento:

A abordagem terapêutica da DRGE inclui o tratamento clínico e cirúrgico, cuja escolha depende das características do paciente (idade, aderência ao tratamento, presença de comorbidades), além de outros fatores como: presença de erosões na mucosa esofagiana, sintomas atípicos e complicações. Cada caso será avaliado pelo médico competente!Importante: Muitos pacientes tardam a visita ao médico por poder conviver com os sintomas. Tal hábito é potencialmente perigoso pois a exposição prolongada do esôfago ao conteúdo estomacal pode trazer uma série de complicações mais graves, com sintomas mais intensos e tratamento mais invasivo. Desta maneira, ao observar uma regularidade no aparecimento dos sintomas, visite seu médico o quanto antes! 

Hospital Bom Jesus: Rua dos Imigrantes, 200, Jardim Jorge
Teixeira.
Telefone: 3535 – 3268.

 

Fonte: Rubens Bucar - Revista do Vale