Os melhores profissionais da saúde em um único lugar!

Primeiros socorros em fraturas


Primeiros socorros em fraturas

Em caso de suspeita de fratura, que é quando o osso se parte provocando dor, incapacidade de movimentos, inchaço e, algumas vezes, deformidade, é muito importante manter a calma, observar se há outros ferimentos mais graves, como sangramentos, e chamar o serviço de emergência móvel (SAMU 192).

Em seguida, é possível realizar os primeiros socorros à vítima, que devem seguir as seguintes etapas:

Manter o órgão afetado em repouso, numa posição natural e confortável;

Imobilizar a região, com a imbilização das juntas que ficam acima e abaixo da lesão, com o uso de talas, como mostram as imagens. Não havendo talas disponíveis, é possível improvisar com pedaços de papelão, revistas ou jornais dobrados ou pedaços de madeira, que devem ser acolchoadas com panos limpos e amarrados ao redor da articulação; 

Nunca tentar endireitar uma fratura ou colocar o osso no lugar;

Em caso de fratura exposta, deve-se cobrir o ferimento, de preferência com gaze esterilizada ou um pano limpo. Se houver um sangramento muito intenso, é necessário fazer compressão na região fraturada com panos limpos.

Aguardar o auxílio médico. Caso não seja possível, recomenda-se levar a vítima para o pronto-socorro mais próximo.

A fratura ocorre quando o osso se quebra devido a algum impacto maior do que o osso pode suportar. Com o envelhecimento e com determinadas doenças ósseas, como a osteoporose, o risco de fraturas aumenta, podendo surgir mesmo com movimentos ou impactos menores, sendo necessário um maior cuidado para evitar acidentes.

Quando suspeitar de fratura

Deve-se suspeitar de fratura sempre que ocorrer um impacto em algum membro, acompanhado de dor intensa, inchaço, formação de uma área arroxeada, sons de creptação ao movimentar ou incapacidade de movimentar o membro. Caso a fratura seja exposta, é possível visualizar o osso para fora da pele, sendo comum haver intenso sangramento.